domingo, 4 de outubro de 2009

[Miss Russia]

Em primeiro lugar a Vodka é uma mulher elegante. Mulher elegante é aquela que quando gira na sala para você admirar você sabe que estará igualmente linda na volta para casa. Mulher elegante é aquela que para a maioria dos homens é gelada, mas desce quente com aquele que ela escolheu. Mulher elegante é aquela que deixa gosto só na tua boca e não para todos os outros saberem por onde andou. Mulher elegante é aquela que ri baixinho quando põe açúcar na fruta da sobremesa. Mulher elegante é aquela que quando sabe que é hora de ir embora, deixa você tomar uma cervejinha para refrescar a boca e sabe que você vai acordar bem.

Vodka é a bebida que diz “olá” quando vê o gelo no copo. Impossível de congelar, ela domina o frio. Mesmo num congelador dos mais cheios sua forma sempre encaixa e sua tampa por mais simples que pareça nunca vaza. Mesmo que ela espere sair da garrafa e encontrar um “meio flute” como destino essa bebida sorri quando vê o limão a sua espera, pois para ela o limão e a areia do açúcar nada mais é do que um feriado de 4 dias num resort.

Vodka não muda a cada gole. Vodka não expulsa o gosto da fruta convidada para o evento. Até para quem não gosta do açúcar, a Vodka pega o doce da fruta pela mão e traz para o show assim como a atriz premiada dedica seu Oscar a todos que a ajudaram. Vodka não dissolve o gelo, o namora e faz o copo suar de vergonha.

Vodka tem nome de mulher bonita.

Vodka não é nome de rio, mas corre macio para o mar.

Vodka te toma levemente e depois te deixa num estalo de lábios.

Vodka tem nome de mulher. Daquela que tu fala, fala, diz pouco e mesmo assim sempre há tanto mais a conversar.

3 comentários:

Nathy Rocha disse...

Bebum!

Dinho F disse...

Bebum sim. Mas com pedigree... não sou como uns e outros.

Dinho disse...

Aliás...

Tem "alguém" me devendo o tema do texto.