sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Conversas na topique:Os meus e os teus limites...



Na minha ida para faculdade hoje, eu e minha amiga estávamos refletindo(como sempre) alguns assuntos bem importantes.

Chegamos à uma conclusão: nós é que damos forma e limites ao nosso relacionamento, e isso serve tanto para ele quanto para ela.

Concordo (e sei muito bem) que quando estamos com alguém muitas das coisas que falávamos quando éramos livres e desimpedidos, vai tudo por água baixo.

Isso me aconteceu certa vez, eu perdi totalmente a noção da realidade.O que acontecia?
Meu ex-namorado era extremamente ciumento, beirava a loucura.Imaginem que eu não podia nem ir ao shopping passear com minha melhor amiga, as ligações eram muitas, no minimo umas 6 vezes ao dia.

Nessa época, fiquei uns 3 meses sem ver nenhuma de minhas amigas...E por ai vai as loucuras que eu me sujeitava.

Dai eu pergunto, quem era o culpado da situação ter chegado a esse ponto?
Eu acredito que tive minha parcela de culpa.Não deixei claro meus limites,aceitava as coisas que ele achava certo, não contestava.

E é ai que começa o fim do relacionamento.Pois as pessoas em si são seres individuais.Tem suas necessidades e caracteristicas próprias.

Outra coisa que me indignava... Não conseguia ver minhas amigas, minhas companheiras.
Acredito que depois dessa experiência nunca mais deixarei de manter o contato com minhas amigas e amigos.Pois querendo ou não são eles que estarão ao seu lado quando essa pessoa não estiver mais ao seu lado.

Namorar é uma experiência que tem que ser rica para ambos.Quando um começa a se questionar sobre o outro é bom pensar muito bem o que esta fazendo da vida.

E não esquecer!Nós é que damos forma e limite ao nosso relacionamento.

beijos

5 comentários:

layne disse...

ah com certeza. remedio de louco é outro louco.rsrsrs

alguem só invade nosso espaço se a gente deixar,
concordo muito com seu texto.

Nathy Rocha disse...

Deixar claro os limites, ~essa é a meta.
Por enquanto não to tendo problemas com limite no meu namoro. Assim é bom a gente tem confiança um no outro e o relacionamento flui.

Dinho F disse...

De verdade ladies: por observação, experiência e anotações diversas; não sei realmente até onde se pode conter a vontade de moldar alguém ao nosso caos particular. Não sei se realmente é possível descontinuar uma relação ao ponto de a pessoa que éramos antes de iniciar o relacionamento permaneça sendo a pessoa real durante o relacionamento.

Mas claro, isso segundo minha observação, experiência pessoal e anotações diversas. E desculpem o niilismo, na verdade eu também sou uma boa pessoa as vezes. Só que como dizia Titio Jean Paul, o Sartre: o inferno são os outros.

Dinho F disse...

...e por favor, dá pra colocar os comentários em pop-up?

Bruna Willand disse...

Seremos moldados a ponto de perdermos a liberdade?É essa a questão,até que ponto estamos dispostos a mudar por outra pessoa?
E ninguém consegue ser a mesma pessoa do inicio do relacionamento...inicio é inicio...apenas qualidades..